Lê, e então?

Sejam únicos.

Sejam juntos, ainda que ausentes. Sejam um, ainda que diferentes. Sejam aquilo que vocês quiserem e que vos deixe confiantes e contentes. Sejam unidos e sempre tolerantes. Mantenham-se confiantes e, um para o outro,  os mais importantes. Sejam sempre os melhores amigos e amantes. Sejam o que vos deixe felizes. Sejam o que vos deixam …

Continue Reading
Lê, e então?

Acredita no (im)possível

Acreditas em monstros, zombies, bruxas e fantasmas e não acreditas em ti? Acredita nos sonhos e acredita na brincadeira. Acredita que a vida pode ser uma festa. Acredita que com cor, amigos e diversão, tudo fica bem melhor. Que a vida levada com um sorriso é bem mais simples.  Hoje faz um dia diferente. Deita-te …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu. Tu. E nada mais.

Tu. Eu. E mais nada. Quando o nós existe, nada mais importa. Naquele preciso momento em que o nós se encontra, o mundo apaga-se. Ou ilumina-se. E ofuscamo-nos mutuamente. Só tu. Só eu. Nada mais. O resto não incomoda. Não conta. Nada acrescenta ou diminui. Eu e tu, e o mundo é silencioso. Fica como …

Continue Reading
Hmmm, e então?

Mimos de chocolate

A parte boa de estar adoentada – na verdade, a única parte boa – são todos mimos e carinho que se recebem por aqueles que estão à nossa volta. Ser tratada que nem uma princesa não é para todos, é só para quem tem uma gripe daquelas! Sabendo eles, aqui em casa, que me ando …

Continue Reading
Lê, e então?

Hoje é dia de birra

Hoje está a chover! Está a chover e eu não consegui despir a minha birra, nem descalçar a má disposição. Hoje estou de birra com o despertador que me fez levantar da minha cama quente, estou de birra com o céu que só teima em mandar chuva, estou de birra com a semana porque ainda …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor para a vida toda

Que possa sempre regressar a ti. Que me possa sempre refugiar em ti. Que sejas sempre o meu destino de abrigo. Que nunca tenha de me ausentar e que possa para sempre ficar. Que possa para sempre em ti abrigar-me e descansar. Que possa sempre ter-te a ti. Que possa para sempre ter-te comigo e …

Continue Reading
Lê, e então?

Não, obrigada.

Se há coisas que, ao longo da vida, tive de aprender foi a dizer não.  Não. Não. Não! E a dizê-lo com convicção, o que nem sempre é fácil. Especialmente quando, do outro lado, esperam que diga sim. Por educação, por cortesia ou apenas por falta de coragem, mas o facto é que não contam …

Continue Reading
Lê, e então?

Posso ir embora?

Apetecia-me bater com a porta e sair. Sair de repente, de cabeça levantada, direita à saída e sem olhar para trás. Ir em frente sem medo e sem pensar nas consequências. Simplesmente ir porque me apetece. Ir. Porque sim.  Apetecia-me abrir a porta e sair sem explicações. Sair sem ninguém dar conta, nem justificações. Fechar …

Continue Reading
Lê, e então?

Bom dia, frio!

Dei as boas-vindas aos dias frios de braços abertos! Confesso que já ansiava por frio, por chuva e por dias cinzentos. Por usar umas camisolas e umas botas. Por mudar o roupeiro de Verão para Inverno. Mas veio o frio e com ele veio a gripe e a constipação, acompanhada de chá com mel, canela e …

Continue Reading
Lê, e então?

É Segunda. Põe-te sempre em Primeiro.

A vida é uma caminhada. O caminho faz-se andando e nunca parando. Vai chegar o dia em que já percebes, facilmente, o que é importante e o que não é. Vai chegar o dia, em que te importas menos com o que as outras pessoas pensam de ti, do que com aquilo que tu pensas …

Continue Reading