Lê, e então?

Que nunca deixes de saber sorrir

A luta é diária e temos uma vida pela frente. Não vale baixar os braços e desistir. Não vale baixar os olhos e ficar conformado.

Só que, muitas vezes, a frustração leva a melhor quando a vida não nos dá o que queremos. Às tantas faz-nos querer encolher os ombros e parar de lutar e tira-nos o chão tantas vezes.

Pensa que, sempre que isso acontece, é porque a vida te vai dar qualquer coisa melhor. E, se te tira o chão, é para saltares e subires mais um andar, não é para voltares atrás. É para aprenderes a fechar os olhos e confiar no que aí vem. É para passares essa confiança às pessoas que estão à tua volta.

Não vale a pena ficares ansioso e angustiado.  Não vale a pena chorar por aquilo que não tem solução. Mais vale rir da vida. Rir-te com a vida e com o que ela de dá.

Aprende a rir da vida. Aprende a rir-te da vida. A rir-te com a vida. 

E a tornar- te a razão do sorriso de alguém.

Marta Almeida. E Então?

Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *