Lê, e então?

Não é a Segunda, sou eu.

Ainda hoje é Segunda-feira e já dei por mim a desejar que cada dia tivesse 48 horas, para conseguir fazer tudo o que tenho planeado e poder descansar no fim. Gosto tanto quando consigo chegar ao fim do dia e ter feito tudo o que tinha pensado, mas, infelizmente, raras são as vezes em que consigo. Ainda agora acordei mas já penso no momento em que me posso deitar de novo. Ainda agora saí de casa e já me apetecia regressar. Ainda agora começou a semana e eu já estou cansada.

E não é a Segunda, sou eu. Sou eu que abarco coisas de mais para fazer. Sou eu que tenho de aprender a gerir o tempo. Sou eu que sei que não posso roubar horas ao descanso. Não culpo a Segunda, culpo-me a mim.

Não vos acontece ter feito mil planos para o fim-de-semana e só ter, com sorte, conseguido fazer metade? Não vos acontece sair de casa, ir pelo caminho a fazer uma lista mental de tudo o que têm a fazer e depois chegar a meio do dia e sentir que ainda está tudo por realizar? Não vos acontece deixar alarmes para não se esquecerem de algo e acabar por os adiar sem fim?

Quais são as vossas estratégias para fazer o dia render? O que funciona convosco para que consigam organizar os vossos dias?

Ainda hoje é Segunda e eu regressava já à Sexta passada!

Marta Almeida. E Então?

Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

1 thought on “Não é a Segunda, sou eu.”

  1. Já pensei e vivi assim!
    Para quê? Para não saboreamos os bons momentos da vida.
    Não vale a pena… a morte surge rápido e depois??? Tudo parou e não vivemos, corremos apenas, sem organização, só por ambição, por tortura, sem apreciar o que nos rodeia de bom . É repentinamente… tudo em vão !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *