Lê, e então?

Histórias de nós

Há histórias que não acabam. Até podemos tentar colocar-lhes um ponto final. Reclamar. Rebater pontos de vistas. Trocar acusações. Dizer “adeus, até um dia”. Fechar o livro e tentar passar à história seguinte.

Há histórias que não se calam sozinhas. Que não sabem ficar sossegadas e teimam em rasgar a folha da palavra fim. Há histórias em que se tenta fechar o livro. Devolvê-lo ou oferece-lo, mas que voltam sempre às nossas mãos. Que não saem da nossa mesa de cabeceira, como um eterno livro que não se acaba de ler.

Há histórias que são únicas. Começam e não mais acabam. Vão-se reescrevendo, reinventando, reformulando. Mas duram. Sempre com uma nova perspectiva, com um novo capítulo ou sequela.

Há histórias assim. De amor. A minha e a tua.

Rita Leston. E Então?

Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *