Vai, e então?

Grutas de Mira D’Aire

Frustração. Nunca vos aconteceu estar a ver uma paisagem espectacular, tirar uma série de fotos a cruzar os dedos para que saia alguma coisa de jeito e chegar à conclusão de que, afinal, tenham ou não uma câmara decente, os vossos conhecimentos de edição não chegam para esconder tudo aquilo que não conseguem fazer.

Pois eu sim. Quase todos os dias. Mas, normalmente, há sempre uma ou outra que se aproveite. Aqui, foi quase impossível. Sem luz e com poucas noções fora do automático é quase impossível traduzir o que queremos. Um dia eu arranjo tempo para tirar um curso de fotografia.

Mas as Grutas de Mira D’Aire não têm culpa. Foram 600 degraus a descer aos confins da escuridão e a ver tudo aquilo que costuma estar escondido por baixo dos nossos pés, numa visita guiada por entre grandes salas e vertiginosas descidas, a fugir dos pingos que nos caem na testa.

Já conhecem? Vale bem a pena a visita.

A mim frustra-me não conseguir mostrar-vos, numa imagem, aquilo que vejo. E a vocês? O que vos deixa frustrados?

Rita Leston. E Então?

Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *