Lê, e então?

Eu estou bem. E tu?

Estou bem. Estou bem e pronto. Não quer dizer que esteja em pleno êxtase e euforia de uma felicidade desmedida que mal me deixa fechar os olhos para descansar, mas estou bem. E dizer que estou bem, não quer dizer que “vou andando” ou que “estou benzinho”, como que a minorar o meu “estar bem“. Porque estou mesmo bem!

Ninguém consegue estar maravilhoso todo o tempo, como que numa fase inicial de paixão desmedida. Ninguém consegue estar sempre em plena euforia e aos saltos de alegria. Ninguém pode pretender viver sem qualquer contrariedade ou nenhuma infelicidade. Mergulhando numa constante insatisfação e numa recorrente decepção.

Estou bem. Estou normal. Estou tranquila. Estou realizada e preenchida. A vida vai passando alegre e tranquila. O amor permanece sólido e constante e tenho comigo aquilo que me é importante. Sei que hei-de continuar a sorrir, na maioria dos dias que estão para vir.

Estar bem não é ter sempre histórias novas para contar, é também estar confortável e saber sossegar. Estar bem é saber que temos metade dos sonhos realizados e saber que temos tempo para pela outra metade lutar. É saber que continuamos a ter força para continuar, mas que não precisamos de ter pressa para lá chegar. Estar bem é saber que estamos onde queremos estar e que dali não nos pretendemos ausentar. Estar bem é saber que, muitas vezes, com menos ficamos a ganhar.

Eu estou bem. Muito bem.
E tu? Como vais?

Rita Leston. E Então?

Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *