Lê, e então?

Ama sempre

Ama como se todo o teu amor fosse um sonho. Como se viesse de uma terra encantada onde não precisasses de mais nada. Ama como se todo o teu amor fosse colorido. Como que se fosse feito de purpurinas e confetis, sempre coberto por um sorriso. Ama como se toda a tua vida fosse feita …

Continue Reading
Lê, e então?

Paixão vs Amor

Numa roda de amigos, hoje, discutia-se a diferença entre amor e paixão. Resultado: Elas – Acham que amor há só um, paixões há várias. Que o amor há-depara sempre perdurar, mas que a paixão se há-de ausentar e dar lugar a uma outra. Que pode até ser fácil apaixonarmo-nos por alguém, mas que transformar paixão em …

Continue Reading
Lê, e então?

(in)Definição de saudade

Definir saudade? Não consigo. É dos sentimentos mais avassaladores que existem. Como se descreve o vazio? O silêncio? A ausência? O pedaço de nós que se ausentou?  Saudades não é só sentir falta de alguém. É sentir a falta de alguém em nós. Dentro de nós. É ter saudades de nós com alguém. É o …

Continue Reading
Lê, e então?

Amar mais

Amar alguém na calmaria é fácil. Amar alguém quando tudo corre bem e não nos desilude, é o que de mais fácil há. Amar quando tudo é tranquilo, é simples. Amar alguém que nos ama, que nos retribui o mesmo que lhe oferecemos, é mesmo fácil! Difícil é amar na confusão e na incerteza do …

Continue Reading
Lê, e então?

Sim. Sem senão.

Não me mostres as estrelas, se não pretendes abrigar-me da noite. Não me envolvas nos teus braços, se não tencionas proteger-me do mundo. Não me questiones, se não queres ouvir-me sem fim. Não me roubes o chão, se não vais ficar para me agarrar. Não me dês paz, se me vais deixar numa guerra. Não me …

Continue Reading
Lê, e então?

Lealdade. Ou a falta de.

Lealdade. Lealdade deve ser aquilo que mais admiro nas pessoas que me rodeiam. Lealdade de saber com o que conto e de saber o que pensam de mim. De saber o que pretendem e de serem verdadeiros nas suas atitudes. Lealdade de mostrarem quem na realidade são. Lealdade de serem coerentes. Não preciso de que …

Continue Reading
Lê, e então?

Boa noite

Adormecer ao som das batidas do teu coração. Fechar os olhos e assim ficar com a cabeça no teu peito. Sentir o teu calor da tua pele junto a mim. Brincar em movimentos incertos com a ponta dos dedos em ti. Sentir que brincas com os meus cabelos, que os afagas e despenteias.  Adormecer ao …

Continue Reading
Lê, e então?

Só Amor

Não se vê, sente-se. Não se mede, não se pesa, não se toca, não se cheira. Sente-se! Aquilo que é realmente importante acontece num plano não palpável. Não visível. É de dentro. É o que transborda sem se ver. É o que nos move. Ou que deveria mover… Rita Leston. E Então? Já nos segues …

Continue Reading
Lê, e então?

Vamos à lua?

Gosto da lua! Encobre os amantes e desvenda as emoções. Tanto os acelera, como faz descansar os corações. Guarda os maiores segredos e desvenda todos os desejos. Dá-nos força para o caminho e luz para chegar ao destino. Lê-nos os pensamentos de todos os momentos, mostra-nos todos os quereres e dá-nos todos os poderes. Gosto …

Continue Reading
Lê, e então?

Beijas-me?

Beija-me debaixo da chuva. E ao sol. E durante a tempestade. Ao sabor do vento. Junto ao cheiro do mar. Na areia. Ao fundo das escadas. Lá em cima no telhado. Numa manhã fria. Numa noite quente. Quando estou bonita. Quando me sinto feia. Beija-me apenas. Sempre. Beijas? Rita Leston. E Então? Já nos segues …

Continue Reading