Lê, e então?

Que desculpa (te) vais dar?

Já sabes que o tempo não espera. Que ele corre sem te pedir autorização e te escorre entre os dias que passam sem dares conta. Já sabes que o tempo se gasta e não se compra de volta. E então? Os objectivos deste ano, como estão? Identificados? Começados? Cumpridos? Como te vais explicar que passou …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu estou bem. E tu?

Estou bem. Estou bem e pronto. Não quer dizer que esteja em pleno êxtase e euforia de uma felicidade desmedida que mal me deixa fechar os olhos para descansar, mas estou bem. E dizer que estou bem, não quer dizer que “vou andando” ou que “estou benzinho”, como que a minorar o meu “estar bem“. …

Continue Reading
Lê, e então?

Gosto de gostar de ti

Gosto de gostar de ti.Adoro amar-te tanto. Amo adorar-te assim. Quando me dou, gosto de me dar por inteiro.Quando gosto não me sei dar só um pouco. Quando gosto não consigo deixar um pouco de mim comigo. Não gosto com cautelas. Não amo com precaução. E não adoro só uma metade tua. Não gosto só …

Continue Reading
Lê, e então?

A ti

A ti. A ti que me acompanhas durante todo o meu tempo. Que estás sempre comigo, mesmo quando não estás. Que me levas atrás, mesmo quando não vou. A ti que me escolheste para te dar a mão e te acompanhar pela vida. A ti. A ti que aprendeste a conhecer-me e a amar-me tal …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor de um outro Mundo

Faz do teu amor, todos os dias, algo de especial. Faz do teu amor, todos os dias, uma criança pequena que precisa de mimo e atenção. Faz do teu amor, todos os dias o jardim que tens de cuidar para florescer. Todos os dias. Faz do teu amor, todos os dias, algo que não podes …

Continue Reading
Lê, e então?

Oferece-te tempo

Hoje ofereceram-te tempo! Deram-te uma hora a mais no teu dia e tu passaste o tempo a dizer que o dia rendeu, que parecia mais tarde, que ainda tiveste tempo para algo a mais que não estava nos planos. E aposto, até, que chegaste ao sofá bem mais cedo do que o normal. Foi ou …

Continue Reading
Lê, e então?

Prometes?

Prometes que sonhas comigo? Que me tiras do pesadelo e me levas para o teu sonho calmo? Que me pegas na mão e me fazes saltar para dentro dele? Prometes que me envolves num abraço e que descansamos ali ao fundo naquele canto de almofadas? Que acendes a lua só para conseguir ver os teus …

Continue Reading
Lê, e então?

Sem porquês

Há pessoas que não sabemos porque as queremos por perto. Não sabemos o que vemos nelas. Sabemos só a maneira como nos transportam para lugares que mais ninguém consegue. Rita Leston. E Então? Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Continue Reading
Lê, e então?

E no entretanto?

E no entretanto? No entretanto, vão-se passando os dias. Buscam-se alegrias nas coisas mais insignificantes. Procuram-se sorrisos e escondem-se tristezas. Ocupa-se o tempo e a mente. Trocam-se as voltas aos dias e o sentido às noites. Vive-se em (des)compasso de espera. Vive-se nas horas mortas e sobrevive-se no dia-a-dia. Enganamo-nos a nós e ludibriamos o …

Continue Reading
Lê, e então?

NÓS E O NADA

Nós apenas temos de estar. Apenas temos de ser. Apenas ali queremos  estar e ficar, sem deixar nada entrar. Nada mais importa do que apenas as nossas coisas nenhumas, repletas de nadas e plenas de tudo. Apenas queremos que nada nos incomode no nosso tudo. Que nada ponha em causa tudo o que é muito. Que …

Continue Reading