Lê, e então?

Ama sempre

Ama como se todo o teu amor fosse um sonho. Como se viesse de uma terra encantada onde não precisasses de mais nada. Ama como se todo o teu amor fosse colorido. Como que se fosse feito de purpurinas e confetis, sempre coberto por um sorriso. Ama como se toda a tua vida fosse feita …

Continue Reading
Lê, e então?

(in)Definição de saudade

Definir saudade? Não consigo. É dos sentimentos mais avassaladores que existem. Como se descreve o vazio? O silêncio? A ausência? O pedaço de nós que se ausentou?  Saudades não é só sentir falta de alguém. É sentir a falta de alguém em nós. Dentro de nós. É ter saudades de nós com alguém. É o …

Continue Reading
Lê, e então?

Amar mais

Amar alguém na calmaria é fácil. Amar alguém quando tudo corre bem e não nos desilude, é o que de mais fácil há. Amar quando tudo é tranquilo, é simples. Amar alguém que nos ama, que nos retribui o mesmo que lhe oferecemos, é mesmo fácil! Difícil é amar na confusão e na incerteza do …

Continue Reading
Lê, e então?

Boa noite

Adormecer ao som das batidas do teu coração. Fechar os olhos e assim ficar com a cabeça no teu peito. Sentir o teu calor da tua pele junto a mim. Brincar em movimentos incertos com a ponta dos dedos em ti. Sentir que brincas com os meus cabelos, que os afagas e despenteias.  Adormecer ao …

Continue Reading
Lê, e então?

Beijas-me?

Beija-me debaixo da chuva. E ao sol. E durante a tempestade. Ao sabor do vento. Junto ao cheiro do mar. Na areia. Ao fundo das escadas. Lá em cima no telhado. Numa manhã fria. Numa noite quente. Quando estou bonita. Quando me sinto feia. Beija-me apenas. Sempre. Beijas? Rita Leston. E Então? Já nos segues …

Continue Reading
Lê, e então?

Amar tem de ser simples

É a amizade, é o carinho, é a conversa, a confiança, o companheirismo, a lealdade. É tudo isto elevado ao expoente máximo que faz um amor. É o querer partilhar as insignificâncias do dia e as coisas importantes. É querer estar porque faz bem. É a química e o riso. A vontade e a calma. …

Continue Reading
Lê, e então?

Dizes-me?

Tenho uma dúvida: eu faço-te falta? Sou-te importante? A minha presença muda algo no teu dia? A minha ausência incomoda-te ou nem dás por ela? Sorris quando pensas em nós? Irritas-te quando eu te ignoro? Viras o mundo do avesso se te desapareço? Amas-me quando te falto? Afinal, tenho várias dúvidas. Tenho perguntas para as …

Continue Reading
Lê, e então?

Juntos somos tudo

Quando tu estás, eu acalmo. Quando tu estás eu descanso. Quando tu estás, eu avanço. Quando tu estás, eu estou protegida. Quando tu estás, nada me afecta. Quando tu estás, eu estou completa. És a minha paz. És o meu sossego. És o meu colo onde me aconchego. És onde vou buscar ainda mais força …

Continue Reading
Lê, e então?

Veni. Vidi. Amavi.

Chegámos. Vimos. Amámos. A vida trouxe-nos até aqui e fez-nos dar as voltas que entendeu. Fez-nos perder sem rumo, até que nos surpreendeu. Fez-nos de uma forma dura aprender a amar e a saber que valor dar. A vida sabia onde iríamos chegar. A vida fez-nos cruzar o olhar e, um no outro, logo descansar. …

Continue Reading
Lê, e então?

Um amor que é “O” amor

Um amor diferente. Um amor maior. Um amor presente e nunca ausente. Um amor atento e preocupado. Um amor por inteiro e bem educado. Um amor que não se encontra ali ao lado. Um amor sincero. Um amor risonho. Um amor que é diferente e que chegou como um presente. Um amor que é tranquilo …

Continue Reading