Lê, e então?

A ti

A ti. A ti que me acompanhas durante todo o meu tempo. Que estás sempre comigo, mesmo quando não estás. Que me levas atrás, mesmo quando não vou. A ti que me escolheste para te dar a mão e te acompanhar pela vida. A ti. A ti que aprendeste a conhecer-me e a amar-me tal …

Continue Reading
Lê, e então?

NÓS E O NADA

Nós apenas temos de estar. Apenas temos de ser. Apenas ali queremos  estar e ficar, sem deixar nada entrar. Nada mais importa do que apenas as nossas coisas nenhumas, repletas de nadas e plenas de tudo. Apenas queremos que nada nos incomode no nosso tudo. Que nada ponha em causa tudo o que é muito. Que …

Continue Reading
Lê, e então?

Veni. Vidi. Amavi.

Chegámos. Vimos. Amámos. A vida trouxe-nos até aqui e fez-nos dar as voltas que entendeu. Fez-nos perder sem rumo, até que nos surpreendeu. Fez-nos de uma forma dura aprender a amar e a saber que valor dar. A vida sabia onde iríamos chegar. A vida fez-nos cruzar o olhar e, um no outro, logo descansar. …

Continue Reading
Lê, e então?

Um amor que é “O” amor

Um amor diferente. Um amor maior. Um amor presente e nunca ausente. Um amor atento e preocupado. Um amor por inteiro e bem educado. Um amor que não se encontra ali ao lado. Um amor sincero. Um amor risonho. Um amor que é diferente e que chegou como um presente. Um amor que é tranquilo …

Continue Reading
Lê, e então?

Sinto muito.

Por falta de amor eu não morro. Por não conseguir gostar, por não me saber doar, por não acreditar sempre no amor, por falta de saber amar, eu não hei-de morrer. Se há coisa que eu sei fazer é sentir. Sentir demais! Sentir tudo até à última gota. Sentir cada bocadinho daquilo que sinto. Sentir …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu também

“Amo-te. Quero-te. Preciso-te. Fazes-me falta. Tenho saudades tuas. Gosto de ti.” E um “eu também” ouvido de volta. Um “eu também” que não é automático, nem entre dentes. Um “eu também” sentido e pleno de amor. Um “eu também” que podia ser um “amo-te” que nos apanha desprevenidos. Um “eu também” onde cabe tudo. O …

Continue Reading
Lê, e então?

28/Abril – Dia Mundial do Sorriso

São as coisas simples as que mais importam e que nos fazem felizes. São as coisas inesperadas que nos fazem dar ainda mais valor ao que temos. São as coisas que estão aqui mesmo ao nosso lado que nos colocam um sorriso no coração. Não são grandes coisas. Não são gestos enormes. Não são atitudes …

Continue Reading