Lê, e então?

Sim. Sem senão.

Não me mostres as estrelas, se não pretendes abrigar-me da noite. Não me envolvas nos teus braços, se não tencionas proteger-me do mundo. Não me questiones, se não queres ouvir-me sem fim. Não me roubes o chão, se não vais ficar para me agarrar. Não me dês paz, se me vais deixar numa guerra. Não me …

Continue Reading
Lê, e então?

Veni. Vidi. Amavi.

Chegámos. Vimos. Amámos. A vida trouxe-nos até aqui e fez-nos dar as voltas que entendeu. Fez-nos perder sem rumo, até que nos surpreendeu. Fez-nos de uma forma dura aprender a amar e a saber que valor dar. A vida sabia onde iríamos chegar. A vida fez-nos cruzar o olhar e, um no outro, logo descansar. …

Continue Reading
Lê, e então?

Que viste tu em mim?

Não sei o que viste em mim. Não sei o que te fez ficar e nunca por nunca me abandonar. Não sei o que te fez conseguir ver para além do feitio especial e que te conseguiu encantar. Não sei o que te fez conseguir derrubar aquele muro que me rodeava, para me resgatar da …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu também

“Amo-te. Quero-te. Preciso-te. Fazes-me falta. Tenho saudades tuas. Gosto de ti.” E um “eu também” ouvido de volta. Um “eu também” que não é automático, nem entre dentes. Um “eu também” sentido e pleno de amor. Um “eu também” que podia ser um “amo-te” que nos apanha desprevenidos. Um “eu também” onde cabe tudo. O …

Continue Reading
Lê, e então?

Tudo contigo

Quero dormir num abraço. Quero acordar num beijo. Quero passeios de fim-de-semana. Quero mãos dadas, passeios na praia e rebolar na areia. Quero ver o pôr-do-sol ao fundo, quero a lua como companhia e contar estrelas contigo. Quero jantaradas de amigos. Quero discutir o que fazer para o jantar. Quero sofá contigo. Quero cama contigo. …

Continue Reading
Lê, e então?

Devagar se chega ao lugar certo

Demoro a gostar. Demoro a perceber. Demoro a desmoronar muros e desconstruir protecções. Demoro ainda mais a dar a entender. Demoro a fazer-me perceber. Demoro a dar-me e a querer receber. Demoro. Mas quando decido, quando entendo, sei o que quero. E onde pretendo chegar. Viro-me do avesso e assusto pela segurança e certeza. E …

Continue Reading
Lê, e então?

Fim de Noite

Momento de pausa. Momento que aquece a alma e o corpo. Momento em silêncio. Em contemplação e descanso. Quando calados somos um e estamos inteiros. Quando um pensamento se murmura ao ouvido mesmo sem falar. Quando a força de um abraço se sente durante horas ao nosso redor. Momento de mimo e colo infindo. De …

Continue Reading
Lê, e então?

Nós, perfeitamente imperfeitos

Nunca trocámos juras de amor eterno, mas temos planos para realizar quando formos velhinhos. Sabemos de cor o que queremos fazer quando, daqui a uns anos, pudermos ser exclusivos donos do nosso tempo, sem horários, filhos pequenos ou empregos. Não assinámos papeis para ficar juntos, mas tatuámos na pele as nossas certezas e escrevemos em …

Continue Reading
Lê, e então?

Obrigada

Obrigada. Obrigada por sempre me acompanhares e por nunca me faltares. Por me sossegares e por me amares. Obrigada. Obrigada por escolheres estar e preferires nunca te ausentar. Por me ensinares a sonhar e a voltar a acreditar. Obrigada. Obrigada pelas tuas decisões e prioridades. Obrigada por seres de verdade. Obrigada. Obrigada por tudo aquilo …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor é.

Amor é saber que olhamos sempre na mesma direcção. Que vamos sempre lado a lado enquanto fazemos o nosso caminho. Que vivemos no lado certo do nós e sabemos sempre ouvir a razão com o coração. Amor é saber que o outro nos acompanha. É saber que as escolhas de um, são as prioridades do …

Continue Reading