Lê, e então?

Já deram os parabéns à Marta?

E que coisas mais se dizem, quando tudo já foi dito? Quando sabemos de cor a cabeça uma da outra? Quando nos conhecemos do avesso, atravessadas ou a fazer o pino? Quando não precisamos de falar e desenvolvemos toda uma linguagem só nossa e que ninguém entende? Quando, mesmo caladas, temos o nosso mundo. Quando, …

Continue Reading
Lê, e então?

Beautiful Mess

Somos uma confusão. Uma bela de uma confusão. Uma confusão bem organizada. Um caos que temos ordenado. Somos atentos e despreocupados. Somos reais e verdadeiros. Seremos sempre eternos namorados. Somos horas de sono em atraso e conversas longas de pijama. Somos noites bem dormidas e aninhadas no nosso tempo que é todo.  Somos dias ao …

Continue Reading
Lê, e então?

És tu(do)!

És tu. Quem me conhece. Quem me enternece. És tu quem me protege e aquece. És tu quem me faz sorrir. Quem me faz querer o abraço que fortalece. E o beijo que me apetece. Tu. Tu és tu. Tu és quem me entende. És quem sabe o que me vai na mente. És quem …

Continue Reading
Lê, e então?

O amor é assim

Há quem assine compromissos num papel. Nós tatuamos certezas na pele.  O amor é assim. Pelo menos para nós. Rita Leston. E Então? Já nos segues nas redes Sociais? Deixa-nos o teu like para sabermos que aqui estiveste!

Continue Reading
Lê, e então?

Amo-te, sabes?

Quero que saibas sempre que te amo. Quero que saibas e que nunca te restem dúvidas de que o meu amor por ti existe. De que todo o meu amor é teu desde o dia em que decidi amar-te. Quero que saibas que te amo da melhor forma que sei. Que não sei amar sem me …

Continue Reading
Lê, e então?

Amo-te. Sempre.

Amo-te na simplicidade dos dias. Amo-te quando não há nada de mais para fazer, nem quando há nada de interessante para dizer. Amo-te, sem mais, mesmo com a rotina do dia-a-dia. Amo-te na calma das horas. Amo-te quando não temos planos tamanhos e nos dias que não são de encantos. Amo-te, assim, mesmo nos dias …

Continue Reading
Lê, e então?

I keep on falling in love with you

Sabes qual é a tua sorte? É que todos os dias eu continuo a apaixonar-me por ti mais um bocadinho. Continuo todos os dias a acrescentar sentimento ao nosso amor. A fazer crescer algo maior. Sabes qual é a minha sorte? É que todos os dias me sabes aturar. Todos os dias optas por aqui …

Continue Reading
Lê, e então?

I love every piece of you

Gosto de todos os teus pedaços. Daqueles pedaços que, todos juntos, fazem de ti quem és. Daquele teu eu não inteiro, que me chegou desarrumado. Daquele teu eu que todos os dias remenda mais um bocado. Gosto de todos os teus bocados. Dos bocados em que estás feliz e leve e onde a vida te …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor sem tempo, nem espaço

“Preciso de espaço…”“Preciso de um tempo…” O amor não se compadece com espaços ou com tempos. O espaço é um “eu-já-aqui-não-quero-estar”. O tempo é já uma dúvida cheia de certezas. Quem ama quer estar, não precisa de ir ali pensar sobre o assunto. Tem as certezas do que quer e quando quer. Quem ama não …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor para a vida toda

Que possa sempre regressar a ti. Que me possa sempre refugiar em ti. Que sejas sempre o meu destino de abrigo. Que nunca tenha de me ausentar e que possa para sempre ficar. Que possa para sempre em ti abrigar-me e descansar. Que possa sempre ter-te a ti. Que possa para sempre ter-te comigo e …

Continue Reading