Lê, e então?

Tu tens sorte. Valoriza.

Sorte de quem tem onde se enroscar à noite e de quem faça companhia até de manhã. De quem tem quem, mesmo a dormir, quem lhe passe um braço por cima sem sequer dar conta disso. De quem tem quem aqueça o outro lado da cama nas noites mais frias. Sorte de quem tem a …

Continue Reading
Lê, e então?

Veni. Vidi. Amavi.

Chegámos. Vimos. Amámos. A vida trouxe-nos até aqui e fez-nos dar as voltas que entendeu. Fez-nos perder sem rumo, até que nos surpreendeu. Fez-nos de uma forma dura aprender a amar e a saber que valor dar. A vida sabia onde iríamos chegar. A vida fez-nos cruzar o olhar e, um no outro, logo descansar. …

Continue Reading
Lê, e então?

Um amor que é “O” amor

Um amor diferente. Um amor maior. Um amor presente e nunca ausente. Um amor atento e preocupado. Um amor por inteiro e bem educado. Um amor que não se encontra ali ao lado. Um amor sincero. Um amor risonho. Um amor que é diferente e que chegou como um presente. Um amor que é tranquilo …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu e tu, agora, é para sempre

Sei que não fui a primeira a chegar, pois a vida muito nos fez caminhar para aqui nos fazer encontrar. Sei que não fomos juntos a primeira ansiedade e incerteza própria da idade. Sei que não fomos o primeiro abraço sonhado e partilhado e que não fomos o primeiro beijo roubado. Sei que não fomos …

Continue Reading
Lê, e então?

Eu também

“Amo-te. Quero-te. Preciso-te. Fazes-me falta. Tenho saudades tuas. Gosto de ti.” E um “eu também” ouvido de volta. Um “eu também” que não é automático, nem entre dentes. Um “eu também” sentido e pleno de amor. Um “eu também” que podia ser um “amo-te” que nos apanha desprevenidos. Um “eu também” onde cabe tudo. O …

Continue Reading
Lê, e então?

I keep on falling in love with you

Sabes qual é a tua sorte? É que todos os dias eu continuo a apaixonar-me por ti mais um bocadinho. Continuo todos os dias a acrescentar sentimento ao nosso amor. A fazer crescer algo maior. Sabes qual é a minha sorte? É que todos os dias me sabes aturar. Todos os dias optas por aqui …

Continue Reading
Lê, e então?

Para o bem e para o mal

Quando nos dizem que é para o bem e para o mal, achamos perfeitamente normal e fácil de conseguir. Achamos que é o óbvio. Que, mesmo no pior dos dias, vamos sempre acompanhar o outro. Quando tudo está bem, fazem-se juras de amor eterno. Fazem-se promessas de companhia. Diz-se que tudo se vai entender e …

Continue Reading
Lê, e então?

Amor para a vida toda

Que possa sempre regressar a ti. Que me possa sempre refugiar em ti. Que sejas sempre o meu destino de abrigo. Que nunca tenha de me ausentar e que possa para sempre ficar. Que possa para sempre em ti abrigar-me e descansar. Que possa sempre ter-te a ti. Que possa para sempre ter-te comigo e …

Continue Reading
Lê, e então?

Gosto de ti, sem então

Gosto de ti. Gosto do teu eu mais escondido. Dos teus pensamentos mais recônditos. Gosto do que não mostras ao mundo, mas que deixas aqui. Gosto de ti aqui. Gosto de ter ter por perto. De te sentir em mim. Gosto de mim contigo. Gosto de ser eu contigo. Gosto do meu eu que trazes …

Continue Reading
Lê, e então?

A paixão, segundo eu.

Apaixonei-me por ti no preciso dia em que te vi. No mesmo dia em que as nossas vidas se sentaram lado a lado. Apaixonei-me no dia em que te encontrei e reconheci. No dia em que a tua voz me soou ao ouvido e me recordei de ti. Apaixonei-me por ti no dia em que …

Continue Reading